Prato Flami’s – A origem do tabule mediterrâneo

O tabule mediterrâneo é um símbolo da culinária árabe. Prato libanês, além de delicioso, ele é nutritivo e contribui com a dieta, pois é um alimento natural, vegetariano, sem gordura trans e sem lactose.

Foto: Portal La Violetera

Foto: Portal La Violetera

Uma verdadeira combinação de sabores e textura, que o deixa com uma aroma e aparência irresistíveis, o tabule original é feito de trigo para kibe misturado ao tomate, cebola, salsa, hortelã, suco de limão, pimenta, salsinha e pepino.

O tabule ainda pode ser servido enrolado em folhas de alface, como uma trouxinha. Uma dica interessante é deixar para temperar o tabule alguns momentos antes de servir e, para o tomate não murchar, é recomendado que o sal seja adicionado a gosto diretamente no prato, no momento da refeição.

Tabule-canalcozinha

Foto: Canal Cozinha

Um detalhe curioso é que ele está inserido na dieta mediterrânea, conhecida pelo alto consumo de frutas, hortaliças (verduras e legumes), cereais, leguminosas (grão-de-bico, lentilha), oleaginosas (amêndoas, azeitonas, nozes), peixes e vinhos. O resultado dessa combinação faz com quem siga essa dieta desenvolva menos doenças e viva mais.

Gostou? Então aproveite o final de semana para experimentar essa receita!

Um beijo, Flávia e Michelle

Anúncios